Filmes · Juliana Zanezi · Músicas · Resenha Pop

Em Ritmo de Fuga (2017): Edgar Wright ganha o grande público!

Baby Driver (Em Ritmo de Fuga, no Brasil) foi uma pequena surpresa agradável, trazendo uma mistura de comédia, drama, romance e ação. Alguns elementos em justa medida, outros nem tanto, mas Wright consegue apresentar um espetáculo visual e musical divertido e cativante, com um elenco de peso e carisma indiscutível. Eu sinceramente fiquei louca de vontade de ver o filme assim que saiu o trailer sensacional. Kevin Spacey foi um grande atrativo, falo a verdade. Jamie Foxx? Igualmente. Mas sabe aquela expressão “expectativa que mata”? Então, é complicado. O filme não chega a ser decepcionante, mas sim, eu esperava um pouco mais de alguns pontos.  No geral, é adoravelmente divertido e cativante. Sendo o único filme desse ano que estreou no Brasil com 100-99% no Rotten Tomatoes, digamos que criei algumas expectativas e nem todas foram atendidas. Vamos á analise?

Continue lendo “Em Ritmo de Fuga (2017): Edgar Wright ganha o grande público!”

Anúncios
Filmes · Juliana Zanezi · Maristela Aiko

Mulher-Maravilha: Quando a indústria cultural descobre as mulheres poderosas, por Juliana Zanezi e Maristela Aiko

Ultimamente temos visto inúmeras publicações, críticas e resenhas extremamente positivas e felizes sobre o filme da maior heroína de todos os tempos, Mulher Maravilha. O filme – sucesso absoluto de bilheterias – conta com um elenco com certa experiência em blockbusters, efeitos visuais deslumbrantes, sequências empolgantes e uma fotografia belíssima, com grande variação na paleta de cores, o que torna a cinematografia bela. Claramente, o que chama atenção neste filme é justamente ser o primeiro grande* do segmento a ser solo de uma heroína: os filmes com protagonismo exclusivamente masculinos são majoritários e, mesmo com “side-kicks” e companheiras fortes, os moços tem o centro do holofote. Então agora teremos uma protagonista feminina empoderada? Calma lá, não foi bem assim. Explicaremos.

Continue lendo “Mulher-Maravilha: Quando a indústria cultural descobre as mulheres poderosas, por Juliana Zanezi e Maristela Aiko”

Séries · Uncategorized

Prêmio Paideia 2016 – Séries

S É R I E S

Melhor atuação
Claire Foy – The Crown
Elizabeth Henstridge – Marvel’s Agent of S.H.I.E.L.D.
Evan Rachel Wood – Westworld
Luis Gerardo Méndez – Club de Cuervos
Rami Malek – Mr. Robot

Melhor atuação secundária
Christian Slater – Mr. Robot
Jon Bernthal – Daredevil
Mahershala Ali – Luke Cage
Ming-Na Wen – Marvel’s Agent of S.H.I.E.L.D.
Riz Ahmed – The O.A.

Melhor estreia
Merlí
Rick & Morty
The Crown
The O. A.
Westworld

Melhor temporada
3ª Temporada de Marvel’s Agent of S.H.I.E.L.D.
3ª Temporada de Black Mirror
3ª Temporada de BoJack Horseman
19ª Temporada de South Park
2ª Temporada de Gravity Falls

Melhor episódio
4,772 Hours – Marvel’s Agent of S.H.I.E.L.D. S03E05
¿A quién estás buscando? – Club de Cuervos S02E03
Men Against Fire – Black Mirror S03E05
Nosedive – Black Mirror S03E01
Suckas Need Bodyguards – Luke Cage S01E06

Melhor série animada
BoJack Horseman
Gravity Falls
Rick & Morty
South Park
Steven Universe

Melhor argumento de série
20ª Temporada de South Park
Black Mirror
Gravity Falls
The O.A.
Stranger Things

Melhor série do ano
Black Mirror
BoJack Horseman
Merlí
Steven Universe
Westworld

Pior atuação do ano
Elodie Young – Daredevil
Emory Cohen – The O.A.
Eric LaRay Harvey – Luke Cage
Iain de Caestecker – Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.
Stephen Amell – Arrow

Decepção do ano
2ª Temporada de Daredevil
2ª Metade de Luke Cage
Cancelamento de Agent Carter
Adiamento de Arrested Development
3%

Não vi e não gostei
Better Call Saul
Game of Thrones
House of Cards
Stranger Things
The Walking Dead

E OS VENCEDORES SÃO:

Continue lendo “Prêmio Paideia 2016 – Séries”